O amor é a chave mestra de um Clube de AventureirosData de publicação: 06/03/2016

O amor é a chave mestra de um Clube de Aventureiros

Os agentes do amor possuem força maravilhosa, pois são divinos. “A resposta delicada acalma o furor” provérbios 15:1, “O amor é paciente, e bondoso” I Coríntios 13:4, “O amor perdoa muitos pecados” I Pedro 8:4. Se aprendêssemos essas lições, quão grande seria o poder para curar de que seriamos dotados!

Como se transforma a vida, e a terra se tornaria a própria semelhança e amostra do Céu!(vida em família) Ellen G White.

Essas lições são tão simples que mesmo as crianças podem compreendê-las. O coração da criança é terno e facilmente impressionável; e, se nós adultos nos tornamos “como crianças” Mateus 18:3, aprendendo a simplicidade, não encontraremos dificuldades em tocar o coração dos pequenos, e ensinar-lhes o ministério restaurador do amor.

O amor que você, líder, manifesta pelo seu Aventureiro, em fiel cuidado e correto ensino e certo grau refletirá o amor de Jesus por Seu povo fiel.

Querido Líder, analise as seguintes situações abaixo e verifique qual a sua postura em relação ao seu Aventureiro.

Lembre-se que você deve elogiar o bom comportamento e ignorar os maus hábitos

Vale a pena reforçar os conceitos positivos, pois acabam sendo assimilados. O mesmo acontece com o reforço negativo. Evite-o.

1- Seu aventureiro se comportou bem durante a reunião, exceto durante uma conversinha com o coleguinha. 2- Seu aventureiro cuidou do material da classe, mas deixou o caderno espalhado após a reunião. 3- Seu aventureiro traz o boletim da escola com quatro “excelentes” três “bons” e um “regular”. 4- Seu aventureiro ajuda a carregar as pastas, mas deixa cair uma. 5- Seu aventureiro comeu tudo que lhe foi servido no lanche, menos um dos ingredientes.

Equilíbrio entre Amor e Controle. Queridos líderes, vocês devem impressionar seus Aventureiros pelo fato que os ama; que estão trabalhando para o bem deles, que o crescimento nas três áreas é muito importante e preciosa para vocês, que apenas pretendem fazer o que for para o bem deles. Devem satisfazer-lhes os pequenos desejos sempre que seja razoavelmente possível, revelando Cristo a eles. Quanto mais impossível for o aventureiro, mais vocês devem se preocupar em revelar o seu amor. E o amor quebrará todas as barreiras.

Nalva Martins

Nalva Martins

Líder de Aventureiros

Natal/RN

Missão Nordeste UNeB