Planejamento do meu clubeData de publicação: 17/11/2020

Planejamento do meu clube

Em palestras, escutamos muito que devemos ter um planejamento firme e ativo nos nossos clubes, mas ao mesmo tempo, não refletimos que a linha tênue que separa o Clube Divertido do Clube Chato é o planejamento.

Além da importância de um planejamento ativo por meio de uma agenda anual, o planejamento vai muito além. O clube também precisa ter um planejamento fixo para que cada reunião de sábado e domingo seja igualmente divertida e espiritual. Cada membro da diretoria deve ter conhecimento prévio de sua parte, de forma que não haja os famosos “vácuos” de segundos (e, às vezes, de minutos) entre, por exemplo, uma meditação e os ideais.

Além disso, na Agenda Anual, o clube deve se preocupar em integrar a agenda da rede familiar (com eventos, reuniões e os passeios), a capelania (ano bíblico, livro do ano e a participação dos pais nas meditações), a secretaria (data importante para manter as documentações em dia) e a tesouraria (finanças e orçamentos dos eventos do ano).

No planejamento, a direção do clube deve estabelecer as metas do ano: grandes atividades, envolvimento nas atividades da igreja e como conseguir novas crianças para o clube, além do sistema de inscrição delas.

Um clube organizado faz toda a diferença, já que torna as reuniões e o clube mais dinâmicos. Por isso, o mês de janeiro é fundamental para que a diretoria se reúna regularmente e possa planejar as atividades do ano, inclusive para que haja uma divisão clara dos cargos e funções.

O seu clube está com todos esses dados em dia?

Rafael Oliveira

Rafael Oliveira

Líder de Aventureiros e Desbravadores

Rio de Janeiro/RJ

Regional ARS/USeB