Tempo de brincar com a famíliaData de publicação: 08/06/2020

Tempo de brincar com a família

Em tempos de isolamento social e enquanto nossas crianças estão fora da escola, mantê-las entretidas em casa pode ser um grande desafio.  Incluí-las na rotina de organização e limpeza do quarto e brinquedos, por exemplo, será sempre uma boa opção, e, além disso, ficarão menos tempo envolvidas em jogos, tablets, tv e etc.

Interessante salientar que nada substitui a experiência de brincar com aqueles que mais amamos; a família, e principalmente quando a criatividade é colocada em ação.

Para ajudar os pais, reunimos algumas brincadeiras simples, que não necessitam de muito espaço ou recursos, mas que são muito divertidas. Além de ajudarem no desenvolvimento cognitivo e social das crianças, esses passatempos também poderão estreitar o relacionamento entre pais e filhos, pois proporcionarão um momento lúdico para toda a família.

  1. Está quente ou frio: Um participante esconderá alguns objetos. Os outros deverão procurá-los, perguntando “está quente ou frio”. Quente, significa que estarão perto de algum objeto escondido e frio, que estarão longe.
  1. Dança das cadeiras: Consiste numa roda de cadeiras em que o número de assentos deverá ser sempre inferior ao número de participantes. Aqueles que não conseguirem sentar-se ao final da música ficarão de fora.
  1. Bolhas de sabãoPara fazer a solução, bastará misturar água e detergente. Um pouco de açúcar ajudará a fazer bolhas maiores e mais firmes.
  1. Massinha caseiraMisturando duas xícaras de farinha de trigo, uma xícara de sal e meio copo de água, fazer uma massinha para as crianças brincarem. Para dar cor, bastará adicionar um pouco de tinta guache.
  1. Pista de carrinhosCom uma fita adesiva, desenhar uma pista de carrinhos no chão. As crianças não poderão deixar os brinquedos saírem do trajeto.
  1. Gato mia: A pessoa que for se esconder deverá miar para dar pistas do local em que ela estiver escondida.
  1. Cesta de basquete: Colocar uma lixeira ou um balde suspenso. Quem acertar mais bolinhas dentro do recipiente vencerá o jogo.
  1. Adedonha: Criar uma tabela em tópicos e cada coluna da tabela receberá o nome de uma categoria de palavras como: animais, automóveis, cores etc. Cada desafio deverá ser respondido em um determinado tempo.
  1. Corrente de históriasO primeiro participante dirá “era uma vez” e lançará a bola (ou algum objeto pequeno) para outro jogador, que deverá continuar a história. Algum ouvinte, de fora do jogo, anotará tudo no papel, para que todos riam juntos depois.
  1. Acampamento selvaPoderá ser feito no quintal ou na sala. Usar um lençol entre duas cadeiras. Desenvolver o espírito aventureiro das crianças e criar um cenário de floresta utilizando vasos com plantas. Isso ajudará a aflorar a criatividade.
  1. Caça ao tesouroEstimular a curiosidade da criança através do esconderijo de livros, brinquedos e objetos de valor emocional delas. Os livros, assim que forem achados, poderão ser utilizados em outra brincadeira, como a contação de histórias. Os objetos não deverão ser escondidos em lugares da casa em que pouco seja frequentado pelas crianças. Dê dicas de como achá-los durante a brincadeira, inclusive, construindo um mapa para orientar seus “aventureiros” até ao tesouro. Ficará bem mais emocionante!

Queridos pais, as brincadeiras são simples, mas muito valiosas em tempos de quarentena.

Nalva Martins

Nalva Martins

Líder de Aventureiros

Natal/RN

MNe/UNeB