Fracasso e responsabilidadeData de publicação: 20/01/2018

Fracasso e responsabilidade

"Eu, o Senhor, deixo que vocês escolham entre o caminho da vida e o caminho da morte". Jeremias 21:8 "As vezes temos sol, com seu excesso reclamam da seca, da chuva falam que é dilúvio. É o clima, um ato de Deus" - Frase que alguns autores dizem ter saído de Winston Churchill após tomar uma decisão que matou diversos cidadãos de Londres. O governo britânico via o uso excessivo do carvão como símbolo de prosperidade econômica até mesmo para o combate ao rigoroso inverno na Inglaterra. O Grande Nevoeiro de 1952 começou com o que apenas parecia ser uma neblina, mas logo se descobriu uma severa poluição atmosférica. Um desastre que matou 12.000 londrinos e deixou outros 100.000 doentes. Apesar de algumas advertências, o pior aconteceu. Algumas pessoas costumam acusar a Deus ou a Satanás por seus problemas e pensam que nossas escolhas não são responsáveis em moldar o nosso livre arbítrio e suas consequências. Sim, Deus guia o seu povo até o Seu caminho e Satanás realmente é o grande inimigo do homem que foca os seus dias a nos destruir, mas às vezes tomamos decisões que prejudicam a nossa vida familiar, espiritual e até mesmo como administradores de um ministério. Salomão pediu sabedoria, algo muito superior a uma simples inteligência. Deus manifesta a sua vontade de diversas maneiras na nossa vida e devemos buscar a sua sabedoria para interpretarmos da melhor maneira. Quando somos eleitos para um cargo na igreja ou empresa, devemos agir com prudência em cada decisão, já que nossas decisões – como cristãos - interferem na vida de outras pessoas e até mesmo como uma peça importante no processo da salvação de outras pessoas. Então a palavra chave é: Responsabilidade. A nobreza de um líder não é medida quando tudo deu certo, mas com a sua sabedoria em momentos de fracasso. Moisés foi um líder nato em meio a oposição, José foi um líder em meio a inveja dos irmãos, Paulo foi um líder no meio de um naufrágio e Neemias em meio aos críticos. O segredo desses homens não estava na sua superioridade, mas no fato de sempre terem um plano B, C ou D. Dwight Eisenhower, antes de se tornar presidente, foi um general que autorizou uma perigosa decisão que trouxe uma vitória contra os nazistas durante a II Guerra Mundial. Porém, havia em seu casaco um bilhete assumindo o fracasso caso todos tivessem morrido: "Todas as tropas cumpriram seu dever com bravura e devoção. Qualquer erro ou vergonha devem ser atribuídos somente a mim.” - dizia o bilhete. Cristo morreu na cruz assumindo os pecados da humanidade, por erros que ele jamais cometeu. Jamais seremos um bom líder sem a liderança de Cristo em nossa vida. Jamais seremos bons líderes se deixarmos o orgulho liderar o nosso caráter. Deus abençoe a sua liderança! Maranata!  
Rafael Oliveira

Rafael Oliveira

Líder de Desbravadores

Rio de Janeiro/RJ

Regional de Deesbravadores - Associação Rio Sul - USeB