Refúgio em meio ao temporalData de publicação: 23/01/2017

Refúgio em meio ao temporal

Você deve conhecer várias músicas e versos bíblicos sobre o cuidado de Deus sobre nós, especialmente utilizando a imagem da proteção durante um temporal. Os salmos 46 e 91 são bem conhecidos e também as histórias de quando Jesus acalmou a tempestade com seus discípulos no barco (Mateus 8:22-25 e 14:22-33). Gosto bastante do quarteto Arautos do Rei cantando “Abrigo em meio ao temporal” e do hino 379 do Hinário Adventista “Ó Mestre, o mar se revolta”.

Recentemente aprendi muito bem o que significa ter o cuidado de Deus em meio ao temporal. Mas desta vez, não foi num barco e sim dentro de um carro, viajando por uma rodovia no interior do meu querido Paraná, quando fui surpreendido pela pior tempestade que já enfrentei fora de casa. Já estava escuro e a chuva e os ventos eram tão fortes que eu mal conseguia enxergar a 2 metros à frente do carro, mesmo com todos os faróis acesos. As faixas da estrada desapareceram e não pude visualizar nenhum sinal que pudesse me dar segurança do caminho que estava seguindo. Para piorar, o para-brisa começou a embaçar absurdamente. Por muito menos eu já teria parado num posto e esperado a tempestade passar, mas incrivelmente não havia qualquer posto ou local seguro para parar em muitos quilômetros e parar na estrada ou no acostamento numa condição climática assim é ainda pior. Mesmo tendo resolvido o problema do para-brisa, eu ainda estava prestes a me acidentar e ainda poderia machucar outras pessoas.

Mas meu poderoso Deus atendeu meu clamor por um milagre, não parando a tempestade, mas com um guia na forma de um caminhão. Ao passar por mim, me aproximei e tive o cuidado de seguir exatamente por onde o caminhão passava, e assim segui por vários minutos em baixa velocidade até que a tempestade se tornou uma chuva leve e eu pude continuar a viagem normalmente.

De muitas formas essa experiência me fez pensar na jornada cristã. Temos um caminho a seguir e o fazemos dia após dia. Porém, diante das tempestades, problemas e pecados, temos nossa visão encoberta e nossos olhos desviados de Deus. Neste momento, não vemos por onde andamos e podemos nos machucar seriamente, machucar a outros e ainda nos perder. Então, em resposta à nossa oração, Cristo surge à nossa frente para nos guiar em segurança, mesmo que em baixa velocidade.

É importante notar que para que eu pudesse dirigir dentro da estrada, eu precisava estar bem perto daquele caminhão, pois se me afastasse o perderia de vista, já que a força da tempestade limitou muito meu campo de visão. Da mesma forma, um pouco que nós permitamos nos afastar de Jesus pode ser suficiente para perdermos de vista o Caminho da salvação.

Desde que andemos perto de Cristo, podemos atravessar as tempestades da vida em segurança. “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus... O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio” (Salmos 46:10 e 11).

Maranata!!!

Vinícius Kümpel

Vinícius Kümpel

Líder Máster Avançado

Maringá/PR

Regional na Associação Norte Paranaense - USB